Rejeições Comuns

Rejeições Comuns

Vou elencar abaixo algumas das mais comuns rejeições ao tentar emitir um documento fiscal.

  • Certificado não encontrado para o CNPJ informado: Esse erro ocorre quando o CNPJ do certificado digital está diferente do CNPJ informado nos dados da empresa. Acesse a central do estabelecimento e verifique se o CNPJ informado corresponde ao CNPJ o qual foi emitido o certificado.
  • Evento não reconhecido: Geralmente acontece quando e feito a tentativa de emissão de carta de correção ou cancelamento e a descrição está em um formato inválido. Normalmente é um espaço em branco no início ou final da descrição.
  • CNPJ do emitente invalido: Geralmente ocorre quando o CNPJ está escrito errado. Verifique na central do estabelecimento no campo CNPJ, se o mesmo foi digitado corretamente.
  • Emissor não habilitado para emissão de NF-e: Ocorre quando o contribuinte não está credenciado na NF-e ou quando o contribuinte credenciado na NF-e está com a situação “Desabilitado”. Deve entrar em contato com seu contador para solucionar o problema na sefaz.
  • Duplicidade de NF-e: Ocorre quando você está usando uma numeração de nota fiscal que já foi utilizada em uma outra nota. Entre em contato com seu contador e descubra o próximo número. Depois vá no menu de configurações -> DFEs e informe o próximo número e salve.
  • NF-e está denegada na base de dados da SEFAZ: Geralmente acontece quando o destinatário possui irregularidade com a Sefaz. Deve entrar em contato com seu contador para solucionar o problema na sefaz.
  • IE do emitente inválida: Geralmente ocorre quando a inscrição estadual está incorreta. Verifique na central do estabelecimento se o campo IE está preenchido corretamente.
  • CFOP de operação interna e idDest difere de 1: Geralmente acontece quando o CFOP do produto está selecionado para venda dentro do estado e operação de venda está selecionado para interestadual. O sistema Autorizza previne este problema com geração automática com amiTAX. Quando este erro ocorre no Autorizza, é devido a cálculo manual e CFOP informado incorretamente. Neste você pode voltar para cálculo automático ou fazer correção em ajustar produto.
  • Operação com não contribuinte deve indicar operação com consumidor final: O corre quando você está emitindo uma nota para um destinatário não contribuinte de ICMS. Normalmente esses destinatários são pessoas físicas, ou pessoas jurídicas que não possuem Inscrição Estadual.
  • CNPJ do destinatário invalido: Ocorre quando o CNPJ do destinatário não foi escrito corretamente. Neste caso deve ir em cadastro de pessoa e corrigir.
  • Total da BC ICMS difere do somatório dos itens: Geralmente ocorre quando o total de tributação de ICMS é diferente do total do valor dos produtos. Para solucionar este problema deve ir no cadastro do produto e corrigir na seção tributação.
  • Total do Valor Aproximado dos Tributos difere do somatório dos itens: Geralmente acontece quando o IBPT está desatualizado. Para solucionar este problema, você pode realizar o cadastro no site de olho no imposto, gerar o token e informa no menu de configurações -> integrações -> Token TAX IBPT e clicar em salvar.
  • CFOP inválido para Nota Fiscal com finalidade de devolução de mercadoria: Acontece quando informado CFOP de remessa ou venda com a finalidade “DEVOLUÇÃO”.
  • Unidade Tributável incompatível com o NCM informado na operação com Comércio Exterior: A Secretaria da Fazenda possui uma tabela de NCMs com as respectivas unidades tributárias aceitas para cada NCM. Se a nota for emitida com uma unidade diferente daquela aceita pela SEFAZ, ela será rejeitada.
  • IE do destinatário não informada: Esta é uma validação do próprio Sefaz, onde constatou que a empresa para quem está emitindo a Nota Fiscal possui Inscrição Estadual (IE), mas a mesma não foi informada no momento da emissão.

Código do artigo: 2479

Ainda não encontrou a solução?

Leia neste artigo

Outros artigos relacionados
plugins premium WordPress